Confiança ao Falar em Público: 3 Dicas Fáceis para ser Mais Convincente

Você é convincente, domina a atenção quando fala em público?

Aprenda estas três maneiras de assumir o controle de suas apresentações e ser um líder que demonstra confiança ao falar em público para ganhar respeito máximo da sua audiência!

Como já dizia Einsten:”Se você não pode explicar algo de forma simples, então você não entendeu muito bem o que tem a dizer”. Então, neste artigo, você terá três dicas bastante simples, de maneira que você entenderá como pode usar sua voz e estilo de discurso para atrair a atenção, sendo claramente reconhecido como um líder que tem confiança ao falar em público.

Aqui estão três maneiras práticas de obter a máxima credibilidade e o envolvimento dos ouvintes, enquanto controla o discurso em seu benefício.

Sua voz precisa reter a atenção

Falar em público é difícil. Lá está você, exigindo que uma audiência – às vezes totalmente estranhos – preste muita atenção por uma quantidade significativa de tempo e acredite naquilo que você está defendendo. (É claro que, em um dos paradoxos típicos da performance, falar em público também é fácil: afinal, é só você lá em cima, discursando sobre algo pelo qual você é apaixonado com pessoas que compartilham interesse no tópico. Mas, por enquanto, vamos ficar com a ideia A de que “falar em público é desafiador”.)

Para cercar todos aqueles ouvintes (para que eles sejam ouvintes!), você precisa dominar sua atenção, de imediato. Claro, você tem uma ótima informação para transmitir, mas se o seu público não estiver sintonizado, como irá ouvi-lo? Aqui estão os segredos de um ator para que você possa alcançar uma real liderança em seu próximo discurso ou apresentação em alto nível.

Já se perguntou por que às vezes é tão fácil sintonizar uma apresentação? A voz do falante – sua voz nos discursos – está fazendo uma declaração antes de qualquer sentença. “Ouça-me: sou um palestrante de atitude, e tenho algo vital para lhe dizer”. Vende-se, e em apenas áudio, considere o que está ouvindo. Se você acha que a voz não irá chamar a atenção de qualquer ouvinte, comece a trabalhar nisto. Aula de técnica vocal (até online); ou melhor ainda, trabalhe a oratória em nível expert.

Preste atenção no tempo: controle o ritmo da sua fala

Para esta negociação, ou seja, o discurso, entre você e seus ouvintes dar frutos, seu público precisa ter confiança em você. Observe que não escrevi, “tenha confiança de que o que você está dizendo é verdade”, etc. Seu discurso precisa disso, é claro. Mas, a menos que os ouvintes estejam percebendo claramente a confiança, eles não comprarão sua ideia. É uma sensação de “pegar e ganhar” bem sucedida que precisa preceder qualquer coisa que você diz.

Como você exibe esse nível de confiança? Você pode descobrir sobre os 3 elementos para 1 discurso memorável aqui no meu Ebook grátis.
Mas, uma parte surpreendente da equação é o ritmo da sua fala. Oradores nervosos ou inseguros apressam todo o assunto. Na próxima vez que assistir uma cena de diálogo realizada por dois atores experientes, observe o quão lento é tudo. Eles podem realmente demorar tanto tempo entre as falas que eles dizem um ao outro? Bem, sim. Os grandes atores não seguem apenas o roteiro… Eles jogam o que está oculto e nas entrelinhas, ou seja, é a vida do personagem. É uma lição para todos nós que falamos em público: Leve sua apresentação exatamente no ritmo que deseja. É uma das maneiras pelas quais você conta ao público que está no controle e está totalmente confiante em quem e o que você é.

Suas informações são entulho… Conte uma história…

Ok, as suas informações não são realmente entulho. Estou usando um subtítulo provocativo para

pontuar o seguinte: é a dimensão humana que enviará o engajamento do seu público na estratosfera.

Procure online e você encontrará a

Líder com confiança ao falar em públicoseguinte citação atribuída a diferentes pessoas: “Ouvintes vão esquecer o que você disse, mas eles vão se lembrar de como você os fez sentir”. Tudo o que o escritor, o filósofo ou o trovador medieval surgiram pela primeira vez com o pensamento, é inegavelmente verdade. Como os leitores do blog do Instituto Heverson Barbosa sabem bem, acredito que o principal erro dos apresentadores de negócios é que eles estão atentos à entrega de informações, em vez de influenciar positivamente os ouvintes.

Seu trabalho é nada menos do que melhorar a vida da sua audiência seja em maior ou menor proporção. Isso significa afetá-los profundamente – em uma reação que continua muito depois de você ter terminado de falar. Isso também implica atingi-los emocionalmente: o conhecimento conectado a uma resposta emocional é o tipo que realmente muda as pessoas. Curiosamente, isso também o muda!

Conheça o curso de oratória que pode mudar sua vida 

Oratória Essencial

Quanto de emoção existe nos seus gráficos? Os pontos que você apresenta suscitam prazer e admiração? Não quero ser simplista. Estou simplesmente tentando salientar a diferença entre a eficiência dos dados em relação à profundidade e ao poder das histórias. Histórias, isto é, realmente realizo as coisas que eu estou trazendo nessas duas questões.

Conte histórias, que, sim, abrangem seus dados, mas vão muito mais longe: caracterizando tudo em termos de emoção humana, motivação e necessidades. Faça isso e eu garanto que seu público preste atenção cada vez que você fala.

Quer melhorar ainda mais sua comunicação e oratória?